Notícias

Tocantins discutirá ações de sanidade animal e vegetal em fórum nacional

21/11/2017 - Dinalva Martins / Governo do Tocantins

Entre os dias 23 e 24 de novembro, o presidente da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), Humberto Camelo, estará discutindo assuntos ligados às áreas de defesa animal e vegetal no Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa), em Foz do Iguaçu. Paralelamente ao evento, acontecerá um Workshop sobre os programas estaduais de controle da raiva dos herbívoros, onde os Estados participantes apresentarão as principais ações realizadas.

Segundo Camelo, o evento é uma oportunidade de elencar as demandas que deverão ser priorizadas, aprimorar as atividades e direcionar melhor os recursos públicos. “As discussões são enriquecedoras para planejarmos de forma mais eficiente as nossas atividades, e resultará em solicitação de medidas ao Ministério da Agricultura”, disse acrescentando que serão abordados: a importância do planejamento das ações sanitária animal, biosseguridade para granjas de suínos, as pragas Sigatoka Negra e Ácaro Vermelho, entre outros.

Para o Workshop, o responsável pelo Programa Estadual de Controle da Raiva dos Herbívoros, José Emerson Cavalcante, preparou uma apresentação sobre o trabalho desempenhado pela Adapec no controle da raiva na zona rural. “Abordaremos sobre a captura de morcegos hematófagos, a implantação da vacinação obrigatória em 20 municípios do Tocantins, cadastramento de abrigos e demais medidas efetivas de prevenção, pois nosso objetivo é reduzir ao máximo os focos da enfermidade”, explicou. Em 2016, foram registrados no Estado 43 focos da doença.

O diretor de Defesa, Inspeção e Sanidade Vegetal da Adapec,Carlos Cesar Barbosa Lima, também participará do evento.

Fonesa 
Criado em 1998, o Fórum representa todos os órgãos estaduais de defesa agropecuária do Brasil. Seu objetivo é definir as diretrizes da política de sanidade animal e vegetal e promover a permanente articulação entre os órgãos. Com isso, pretende-se desenvolver harmonicamente e integrada às ações de sanidade animal, vegetal e inspeção higiênico-sanitária e tecnológica. 

Compartilhe esta notícia