Notícias

Órgãos realizam ações de fiscalização de uso de agrotóxico nos municípios de Porto Nacional e Monte do Carmo

03/02/2017 - Welcton de Oliveira / Governo do Tocantins

Atendendo solicitação Ministério Público Estadual (MPE), a Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec), a Superintendência Federal da Agricultura no Tocantins (SFA-TO) e a Secretaria Estadual de Saúde realizaram entre os dias 30 de janeiro a 2 de fevereiro, uma ação de fiscalização sobre uso incorreto de agrotóxicos em lavouras e contaminação do Ribeirão São João nos municípios de Porto nacional e Monte do Carmo. A Adapec emitiu 15 autos de infrações que resultaram em multas no valor de R$ 20.229,56.

De acordo com o responsável técnico pela divisão de Agrotóxico da Adapec, Lenyhawre de Almeida Lima, a equipe realizou outras ações nos dois municípios, além da solicitação do MPE sobre possível contaminação de agrotóxicos no Ribeirão São João. Ele explicou que dos 15 autos de infrações emitidos pela Adapec, seis são referentes à reutilização de embalagens vazias de agrotóxicos, cinco por utilizar agrotóxicos e afins sem os devidos cuidados aos seres humanos, animais e meio ambiente, três sobre destinação indevida das embalagens vazias de agrotóxicos (queima das embalagens) e um sobre armazenamento incorreto de agrotóxicos na propriedade. Ao todo, foram realizadas fiscalizações em 26 propriedades.

Segundo o diretor de Defesa, Inspeção e Sanidade Vegetal da Adapec, Carlos Cesar Barbosa, a Agência tem um papel importante no controle do uso correto e seguro de agrotóxicos por parte dos produtores rurais. “Em relação ao uso de agrotóxicos no Tocantins, a Adapec é responsável pela fiscalização do uso correto e seguro, comercialização, armazenamento, transporte de agrotóxicos e seus componentes, além disso, realizamos constantemente palestras educativas para produtores rurais, estudantes e público em geral. Nesta ação, por exemplo, orientamos diversos produtores sobre a forma correta de uso de agrotóxico”, disse Barbosa.

O presidente da Adapec, Humberto Camelo destacou que a ação conjunta dos órgãos é imprescindível no fortalecimento da agricultura empresarial, produzindo alimentos de forma segura e sustentável. “Assinamos no ano passado um Acordo de Cooperação Técnica com o Ministério Público Estadual e outros órgãos com este objetivo de fornecer informações por meio do monitoramento e fiscalização ao uso e aplicação de agrotóxicos na agricultura, e com isso, assegurarmos a qualidade da produção de alimentos e a preservação da saúde humana e do meio ambiente”, ressaltou o presidente.

Compartilhe esta notícia