Notícias

Tocantins participará de reunião em Brasília sobre plano de retirada da vacinação antiaftosa

09/10/2018 - Dinalva Martins / Governo do Tocantins

Para planejar e discutir ações previstas no Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA) 2017-2026, o Tocantins participa de reunião para tratar do assunto e avaliar o primeiro ano do que já foi executado, entre os dias 1º e 5 de outubro, em Brasília. O evento é promovido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e conta com a presença dos serviços veterinários oficiais (SVO), das Superintendências da Agricultura (SFA) e dos quatro laboratórios oficiais (Lanagros), que fazem a sorologia da aftosa.

Da agência de Defesa Agropecuária (Adapec) participa o responsável técnico pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa, João Eduardo Pires, que vê o encontro como uma grande oportunidade de discutir as mudanças nas legislações, padronização nacional das atividades e o aperfeiçoamento do que já está sendo colocado em prática. “Até concluirmos essa missão, que é a suspensão da vacinação, temos que atender todos os requisitos sanitários, adequar e fortalecer o sistema”, avalia.

De acordo com dados do Mapa, no plano, o país foi dividido em cinco blocos, para que seja feita a transição de área livre da aftosa com vacinação para sem vacinação. Integram o Bloco I, Acre e Rondônia; o Bloco II: Amazonas, Amapá, Pará e Roraima; o Bloco III: Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte; Bloco IV: Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe e Tocantins, e; Bloco V: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

 

Compartilhe esta notícia