Notícias

Tocantins discute em Manaus o plano estratégico para retirada da vacinação antiaftosa

11/04/2018 - Dinalva Martins / Governo do Tocantins

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) está participando, desde a última terça-feira, 10, em Manaus-AM, da reunião que discute e promove a execução do Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA) 2017-2026. O encontro, que encerra nesta quarta-feira,11, integra os estados participantes do  Bloco II- Amapá, Roraima, Pará e o Amazonas, com a colaboração dos estados do Mato Grosso e Tocantins, por terem regiões geográficas limítrofes com alguns estados citados.

A diretora de defesa, inspeção e sanidade animal, Regina Barbosa, explica que apresentou a situação atual da estrutura física e operacional da Agência, principais entraves e propostas de ação para áreas limítrofes. “Somos vizinhos do estado do Pará com grande extensão geográfica, por isso, já mantemos 10 barreiras fixas onde há travessia de balsas e intensificaremos ainda mais as barreiras fluviais, para fiscalização da movimentação de rebanho, outras ações também já foram colocadas em prática”, disse referindo-se às auditorias no sistema informatizado da Agência, intensificação da fiscalização de animais em eventos agropecuários, entre outros.

De acordo com o presidente da Adapec, Humberto Camelo, os assuntos debatidos servirão para o aperfeiçoamento das atividades, além de evitar impacto com a transição do status sanitário do estado vizinho. “A previsão é de que o Pará vai retirar a vacinação antes do nosso Estado, por isso, fomos chamados para apresentar as ações já implementadas, além de discutirmos as orientações sobre as ações futuras”, destaca.

O Tocantins faz parte do bloco IV, juntamente com os estados de Goiás, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Sergipe, São Paulo e o Distrito Federal. De acordo com o Ministério da Agricultura, a previsão para retirada da vacinação contra febre aftosa no Brasil é até 2023.

Compartilhe esta notícia