Notícias

Adapec encerra recadastramento de propriedades e inadimplentes estão com fichas suspensas

02/08/2019 - Welcton de Oliveira / Governo do Tocantins

A Agência de Defesa Agropecuária suspendeu por meio do Sistema Informatizado de Defesa do Tocantins (Sidato), nesta quinta-feira, 1º de agosto, as fichas de movimentação de mais de 34 mil propriedades em todo o Estado. A medida foi adotada após o fim do recadastramento de propriedades, ocorrido no ultimo dia 31 de julho.

De acordo com a gerente de Avaliação, Controle e Fiscalização Animal da Adapec, Laudicéia Teles, existem atualmente 83.149 propriedades no Estado com explorações pecuárias, sendo que destas, 48.285 recadastraram dentro do prazo previsto e ficaram restando 34.864 sem recadastramento.

Ela explicou que o produtor que estiver com sua ficha suspensa no sistema, está agora impedido de realizar qualquer movimentação de animais destas propriedades por meio da Guia de Trânsito Animal (e-GTA), e caso, façam o trânsito de animais sem a devida regularização receberão multa por transporte irregular.

Vale ressaltar que o recadastramento está previsto no Plano Nacional Estratégico de retirada da vacinação contra febre aftosa. “O recadastramento foi aberto em janeiro de 2018 com duração de 120 dias, e entendemos que era um período curto, por isso o prazo foi prorrogado por duas, mas mesmo assim, muitos produtores não se atentaram para esta medida e agora estão com suas fichas suspensas”, disse o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, acrescentando que após a regularização no sistema da Adapec, a ficha será liberada imediatamente.

Por exploração pecuária entende-se, um conjunto de animais, de uma ou mais espécies, mantido em uma propriedade rural sob a posse de um determinado produtor rural. Em suma, a vinculação formada pela propriedade, produtor e as espécies animais exploradas, ou seja, todas as propriedades rurais.

Compartilhe esta notícia