Notícias

Programa Estadual de Controle da Raiva dos Herbívoros da Adapec participa de treinamento de médicos veterinários da Adepará

17/03/2020 - Welcton de Oliveira / Governo do Tocantins

Teve início nesta segunda-feira, 16, e segue até a próxima sexta-feira, 20, em Marabá – PA, um treinamento para médicos veterinários da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), que atuam no Programa Estadual da Raiva dos Herbívoros (bovinos, equídeos, ovinos e caprinos) daquele Estado. O treinamento conta com a colaboração da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec), Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

O Programa Estadual de Controle da Raiva dos Herbívoros da Adapec vem se tornando referência para os demais estados da região, no controle da zoonose, por isso, foi convidado a colaborar com a capacitação dos profissionais do estado vizinho.

O objetivo do treinamento é capacitar, atualizar, uniformizar e padronizar os médicos veterinários do serviço oficial frente às atividades do Programa Nacional de Controle da Raiva dos Herbívoros (PNCRH).

No treinamento os participantes discutirão as ações do PNCRH, Colheita de material do Sistema Nervoso Central da raiva e da Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), captura de morcegos hematófagos em abrigos e curral, Taxidermia, atendimento a foco e preenchimento de formulários.

A Adapec contribuirá no treinamento, principalmente, no sistema de cadastro de abrigos, focos, captura em abrigos, armação e manutenção de redes, captura noturna de morcegos hematófagos, caracterização das áreas de riscos, termos de visitas, orientações aos produtores rurais.

“Hoje o Programa Estadual de Controle da Raiva dos Herbívoros (PECRH) do Tocantins possui uma equipe técnica qualificada, e que pelo trabalho que vem sendo realizado nos últimos anos possui experiência e aperfeiçoamento no controle desta zoonose,” disse o responsável técnico pelo PECRH, José Emerson Cavalcante, acrescentando que este trabalho tem ganhado cada vez mais o reconhecimento nacional.

Compartilhe esta notícia