Notícias

Governo do Tocantins monitora 100% do plantio de soja nas várzeas tropicais para garantir controle da ferrugem asiática

11/09/2020 - Welcton de Oliveira / Governo do Tocantins

Com o objetivo de prevenir e controlar pragas capazes de provocar danos econômicos às lavouras de sojas nas várzeas tropicais no Tocantins, o Governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), continua monitorando a ferrugem asiática em 100% da área cultivada na safra 2020. A região é formada pelos municípios de Formoso do Araguaia, Dueré, Santa Rita, Lagoa da Confusão, Cristalândia e Pium.

O plantio de soja nas várzeas teve início em 20 de abril e encerrou em 15 de junho, após prorrogação de 15 dias solicitada pelos produtores rurais que cultivam sementes da oleaginosa nas várzeas. Atualmente, a maioria das lavouras já se encontra em fase final para a colheita, que se encerra no próximo dia 30 de setembro.

“Vale destacar que mesmo no período de pandemia, o Governo do Tocantins, por meio da Adapec manteve a vigilância e o controle da ferrugem asiática em todas as áreas cultivadas. Isso demonstra o nosso compromisso com a sanidade vegetal, que garante de forma estratégica, que o Estado continue produzindo sementes de qualidade,” disse o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha.

Reunião com produtores de soja da região sudoeste

O presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha acompanhado do vice-governador Wanderlei Barbosa, do secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Thiago Dourado, autoridades e empresários do setor do agronegócio participam nesta sexta-feira, 11, em Lagoa da Confusão, de uma reunião com os produtores rurais da região sudoeste do Estado, onde discutem a importância do plantio de sementes nas várzeas tropicais e farão visitas em campo aos projetos de pesquisas. O evento é organizado pela Associação dos Produtores Rurais do Sudoeste do Tocantins (Aproest).

Dados

De acordo com os dados, foram cultivadas nesta safra 66.120 hectares, o que representa um aumento de 6,3% a mais que o ano passado, onde foram plantados 62.200 hectares.

Excepcionalidade

Desde 2006, excepcionalmente a Adapec autoriza a semeadura e a manutenção de plantas vivas de soja, dentro do período do vazio sanitário, conforme previsto normativo da agência, em planície tropical (várzea), sob sistema de subirrigação, somente nos casos de plantio para sementes e pesquisa/ensino.

Compartilhe esta notícia